Nosso e-mail comercial@johnsfarms.com.br
Contate-nos pelo telefone +55 (11) 4620-9150

Doença do carrapato em cachorro e humanos

A doença do carrapato é bem preocupante, porque além de levar problemas de saúde para o cachorro também pode afetar a do seu dono.

Em uma reportagem do G1 é possível ver o estrago que faz a doença chamada de febre maculosa, ela é provocada pelo carrapato-estrela.

Segunda a reportagem, a menina de 15 anos foi internada e levada ao coma induzido, pois a doença do carrapato atingiu o sistema nervoso, ela teve convulsões e até sofreu um AVC.

Diante disso, é possível perceber como é importante cuidar bem do seu melhor amigo. A seguir você saberá quais os sintomas da doença nos cães e nos humanos, além disso, saberá como iniciar o tratamento desse mal. Então, venha conosco!

Doença do carrapato-estrela

A doença do carrapato-estrela é tão grave que pode matar, mas mantenha a calma, porque a doença pode ser evitada com sucesso como veremos mais abaixo.

A transmissão é feita pelo carrapato marrom, que se prende ao cachorro sugando o seu sangue. Se o artrópode tiver contaminado ele poderá passar duas doenças diferentes ao cão:

Erliquiose canina

A doença do carrapato erliquiose, segundo os veterinários José Isola, Fabiano Cadioli e Ana Nakage em artigo na Revista Científica Eletrônica De Medicina Veterinária, pode ser transmitida por um único carrapato no período de 155 dias depois de agarrado ao cão.

A manifestação da erliquiose no cão pode variar de animal para animal, pois segundo os veterinários:

“A gravidade da doença depende da cepa infectante, da idade do animal, da suscetibilidade e da alimentação. Através de estudos baseados nos sinais clínicos e patológicos, foi possível distinguir três fases da doença, a aguda, a subclínica e a crônica.”

Os animais infectados podem apresentar febre, anorexia, depressão, linfadenopatia, trombocitopenia e anemia.

O diagnóstico da doença do carrapato é feita por exames realizados por um veterinário, por isso, é importante levar seu cão ao veterinário regularmente.

O tratamento da erliquiose dura entre 3 e 8 semanas, dependendo da gravidade, e é feito por meio medicamentos, na maior parte dos casos o resultado é bom.

Babesiose canina

A doença de carrapato babesiose também gera anemia. Segundo a veterinário Mônica Ramos, para que a doença seja transmitida o carrapato precisa ficar até três dias sugando o sangue do cachorro. Por isso, é muito importante cuidar do cão e do ambiente para evitar os artrópodes.

Os cães filhotes são os mais afetados, quando infectados podem morrer em até 12 horas.

As causas são: anemia profunda, hipóxia, choque hipotensivo com coagulação, inflamação sistêmica e disfunção múltipla dos órgãos.

Os sintomas visíveis são estes:

  • anorexia
  • apatia
  • diarreia
  • pneumonia
  • febre
  • anemia branda
  • paralisia

O diagnóstico dessa doença de carrapato também é feita por exames e o tratamento por remédios.

Doença do carrapato em humanos

A febre maculosa ou doença do carrapato-estrela também pode afetar aos humanos. Para isso, é preciso que o carrapato passe mais de 4 horas sugando o sangue da pessoa.

Por isso, basta ter alguns cuidados quando se estiver com cão e o ambiente infestado de carrapatos para não pegar a doença.

Mas lembrem-se, a doença do carrapato é muito grave, a pessoa que pega pode morrer em poucos dias, lembra do caso da menina noticiada pelo G1?

Sintomas da febre maculosa

Então fique atento aos sintomas da febre do carrapato que normalmente são:

  • febre e calafrios
  • dor muscular
  • Inchaço e vermelhidão nas solas das mãos e dos pés
  • náuseas e vômitos
  • diarreia
  • dor de cabeça intensa
  • ardência no abdômen
  • conjuntivite.

Com o passar do tempo a doença fica mais forte e causa:

  • gangrena nas orelhas e nos dedos
  • Paralisia que começa nas pernas e sobre até o pulmão causando parada respiratória
  • insuficiência renal
  • convulsões
  • coma.

Tudo isso rápido demais, então quando alguém apresenta os sintomas iniciais tendem a achar que é outra coisa.

O melhor, sempre!, é buscar ajuda médica.

Tratamento da doença do carrapato

A doença do carrapato, tanto no cachorro como relatado acima e, no humano é tratada com o uso de remédios.

Ou seja, a doença do carrapato tem cura. Para obter esse resultado, é administrado antibióticos.

Como evitar os carrapatos?

A ação mais efetiva para evitar a doença do carrapato é impedir que seu cachorro seja infestado com o artrópode.

Então, dê banho regularmente no seu cachorro, lave o ambiente em que ele fica. E, também boa alimentação dos pets é essencial (saiba mais sobre isso neste artigo).

Considerações finais

Diante das informações acima, recomendamos que caso seu cachorro esteja com carrapatos leve-o ao veterinário o mais rápido possível.

O médico irá receitar um tratamento para controle da praga e fará os exames necessários para identificar se seu amiguinho está infectado com a doença do carrapato.

Além disso, se você sentir mal, vá à emergência e fale ao médico que seu pet estava com carrapatos.

E então, o que achou das intimações? Se ficou alguma sobre a doença do carrapato deixe seu comentário abaixo.


Comentarios


Se você se interessou por Doença do carrapato em cachorro e humanos, você vai gostar de ver:

Regiões onde a John's Farms Brasil atende Doença do carrapato em cachorro e humanos:


  • Aclimação
  • Bela Vista
  • Bom Retiro
  • Brás
  • Cambuci
  • Centro
  • Consolação
  • Higienópolis
  • Glicério
  • Liberdade
  • Luz
  • Pari
  • República
  • Santa Cecília
  • Santa Efigênia
  • Vila Buarque