Maykon M. Martins

Escrito por Maykon M. Martins em 17 de janeiro de 2020

Receba nossos artigos

Aguarde, enviando contato!

Levar o cachorro ao veterinário com frequência, por quê

Levar o cachorro ao veterinário com frequência deve ser uma preocupação do tutor para manter o bem-estar do seu animal, afinal, a medicina veterinária preventiva pode livrar seu cachorrinho de vários problemas de saúde.

levar cachorro ao veterinário com frequência

A importância de levar o cachorro ao veterinário com frequência se dá pelo fato de que os diagnósticos preventivos pode livrar seu cachorro de:

  • obesidade;
  • problemas cardíacos;
  • aumenta na expectativa de vida;
  • doenças de reprodução de hormônios que podem virar um câncer.

Só de prevenir ou ao menos descobrir com antecedência o que se passa com seu animal de estimação já vai ajudá-lo muito, é fundamental para que ele possa ser tratado e recuperado de forma rápida.

Levar o cachorro ao veterinário com frequência é ainda mais importante quando ele é um cão idoso, pois eles precisam de atenção redobrada devido à idade, quando seu corpo começa a apresentar falhas, problemas de hormônios, insuficiência renal ou problemas com a mobilidade.

Como este texto tem uma duração de 10 minutos de leitura, nós dividimos ele em tópicos para que você possa ter uma melhor experiência, veja quais são eles:

  1. Por que levar o cachorro ao veterinário?
  2. Levar o cachorro ao veterinário com frequência é importante, por quê?
  3. Doenças comuns nos cães
  4. Doação de sangue e o check up
  5. Como a alimentação pode ajudar
  6. Carteirinha de vacinação
  7. Conclusão

Por que levar o cachorro ao veterinário?

A expectativa de vida de um cachorro se comparada com um humano é muito baixa. Existe um cálculo em que explica a expectativa de vida de um cachorro:

“1 ano de vida do cachorro equivale a 7 anos da vida de um humano.”

Ou seja, ao comemorar 1 ano de vida é como se seu cachorro já estivesse com 7. Isso é para que facilite a contagem de vida do cão, já que eles tendem a ter uma idade média de 13 a 17 anos de vida.

Esses números aumentaram com a ajuda dos tutores e da medicina, é por isso que levar o cachorro ao veterinário com frequência é extremamente importante. Há cerca de 20 anos, um cachorro de grande porte viveria no máximo 10 anos de vida, porém com a medicina veterinária esses números podem ultrapassar os 13 anos.

Porém nem só esses avanços na medicina puderam ajudar os nossos queridos amigos de quatro patas, mas os tutores se tornaram muito mais responsáveis e cuidam bem de seus animais de estimação, o kit de primeiros socorros para cães é fundamental para se ter em casa.

Contudo, não levar o cachorro ao veterinário com frequência é um grave erro, além disso, há sinais de que o seu cão deve ir imediatamente para um hospital veterinário, por exemplo:

  • vômitos: um problema que pode ser constante em alguns cães que são mais curiosos e gostam de sair mastigando coisas por aí, então cuidado com o que seu amigo come por aí;
  • diarréia: outro problema bem constante na vida dos cães, a diarréia é fácil de identificar. Se o cão está com fezes moles e constante, leve-o a um veterinário o mais rápido possível, já que essa disenteria é um sintoma de diversas doenças;
  • falta de apetite: seu cachorro “atacava” o pote de ração e agora de repente isso mudou? Pode ser que ele esteja enjoado da ração, mas nem sempre é tão simples assim já que os cães podem perder o apetite e ficam apáticos por alguma doença. Levar o cachorro ao veterinário com frequência irá prevenir isso;
  • machucados: claro que você pode usar o seu kit de primeiros socorros para ajudar em algum machucado, porém se a ferida infeccionar ou for um corte profundo ou até mesmo uma hemorragia interna é fundamental que você vá com o cachorro ao veterinário imediatamente.

Além desses motivos, para que você leve seu cachorro ao veterinário com frequência, abaixo nós listamos outros, veja:

Levar o cachorro ao veterinário com frequência é importante por que?

Os exames periódicos que seu cão é submetido ao levar o cachorro ao veterinário com frequência, são muito importantes para você ter ideia do estado de saúde dele, ainda mais se ele for um filhote ou idoso.

Quando filhote, os animais precisam de vacinas para livrá-los de vermes e bactérias que podem afetar toda a sua saúde. Com isso, ele poderá fazer passeios e outras coisas que sem as vacinas seria perigoso.

Os cães adultos tendem a ser mais espoletas e por causa de sua personalidade acabam se machucando em diversos lugares. Dessa maneira, levar o cachorro ao veterinário com frequência vai permitir que você tenha mais tranquilidade caso ele sofra com sequelas de algum acidente.

A partir dos 8 anos de idade, a maioria dos animais avança para a terceira idade da vida, com isso eles precisarão visitar o veterinário de forma mais rotineira, enquanto os filhotes vão ao veterinário a cada 2 ou 3 meses, os adultos precisam de check ups a cada 6 meses.

Porém no caso dos cães idosos é recomendado adotar a rotina de levar o cachorro ao veterinário com frequência, o ideal é que seja a cada 3 ou 4 meses. Para que você possa ter uma noite tranquila de sono e seu cão esteja saudável o tempo todo, fazer um check up completo vai ser a melhor decisão que você pode tomar.

Isso vai evitar diversas doenças cardíacas, respiratórias e problemas na mobilidade. Os exames que você deve fazer no check up são:

  • eletrocardiograma;
  • ultrassom;
  • raio-X;
  • medir a pressão;
  • exame de sangue e urina.

Estes são os mais básicos, o veterinário pode recomendar outros exames que complementam o diagnóstico do animal. Peça dicas para seu veterinário sobre os cuidados que você pode ter em casa, já nas viagens, nós temos excelentes dicas para viajar com o cachorro.

Levar o cachorro ao veterinário com frequência nos faz conhecer as doenças mais comuns, confira:

Doenças comuns nos cães

Os cachorros são animais alegres que brincam muito, além de serem muito curiosos. Quando ele está explorando o mundo com seu olfato, ele pode se deparar com algumas novidades e com isso o animal pode obter doenças ou ter uma intoxicação, comendo coisas na rua ou até mesmo objetos de dentro de casa.

Em 2017, o SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) fez um estudo que os gastos médios do público brasileiro com animais de estimação giram em torno de R$190,00 e que as prioridades eram para alimentação e saúde do animal.

Em São Paulo, por exemplo, você tem uma média que varia entre 70 reais e 300 reais pagos em uma consulta de veterinário. A questão que fica é: se o seu pet está precisando fazer um check up ou realizar procedimentos médicos, você pensaria em economia? Levar o cachorro ao veterinário com frequência vai te ajudar a economizar.

Afinal, se você programa uma medicina preventiva para seu cachorro, ele provavelmente não precisará fazer o uso de medicamentos para tratar alguma doença ou fazer algum procedimento cirúrgico.

Porém, mesmo que você tome todos os cuidados necessários para que seu cão fique bem e saudável pode surgir alguma doença que seja comuns nos cães, como estas:

  • doença periodontal: essa doença é causada pela formação de placa nos dentes, isso vai acarretar uma série de problemas, como dores nos dentes e falta de apetite. É por isso que é importante escovar os dentes do cachorro;
  • giárdia: próximo a intoxicação alimentar que os humanos têm, a giárdia impacta diretamente no estômago do animal e isso acarreta em diarréia com cheiro forte, sangue nas fezes, além de desidratação;
  • parvovirose: também uma das doenças mais comuns em cães, e que afeta o organismo e digestão do animal, ela tem os efeitos colaterais de vômito, febre e diarréia;
  • câncer: mais recorrente em cães idosos, o câncer é uma das preocupações mais sérias que temos como tutores de animais de estimação. Ele pode vir pelo desenvolvimento natural, ou por descuido dos animais, porém com uma boa alimentação e cuidados como levar o cachorro ao veterinário com frequência, pode ser uma forma de ele não sofrer com isso.

Essas doenças são comuns e formam problemas no organismo do seu pet que preocupam a qualquer tutor, porém se você puder levar o cachorro ao veterinário com frequência, será uma boa solução para a maioria dessas doenças.

Você sabia que cães podem doar sangue e que isso pode ajudar a saúde do seu pet em diversas maneiras? Descubra abaixo os benefícios disso:

Doação de sangue e o check up

Doar sangue é uma atitude de solidariedade a vida de outras pessoas e até mesmo de animais já que cães e gatos podem doar sangue e isso pode ajudar na recuperação de diversas doenças para o cachorro que recebeu a doação, porém você sabia que pode ajudar o seu cão com essa atitude?

Isso acontece pelo fato de que para a coleta de sangue ser feita, os médicos veterinários farão uma bateria de exames em seu cachorro para detectar se o sangue é saudável para efetuar a doação, além de descobrirem doenças e outras coisas nesses exames, por exemplo, você poderá saber o tipo sanguíneo do seu cão.

Os cães ao doarem sangue fazem os seguintes exames:

  1. hemograma completo;
  2. função renal;
  3. detecção de anemias e infecções.

Os benefícios são excelentes, como fazer esses exames de forma gratuita e ainda ajudar outros animais que têm tutores muito preocupados.

Para fazer a doação de sangue é necessário preencher alguns requisitos, como:

  • pesar mais de 25 kgs;
  • 1 ano ou mais de idade;
  • vacinas em dia;
  • clinicamente saudável;
  • não estar no cio;
  • entre outros.

A alimentação de seu cachorro pode ajudar no combate de doenças e ser um grande aliado quando você levar o cachorro ao veterinário com frequência.

levar cachorro ao veterinário com frequência

Como a alimentação pode ajudar

Ter uma alimentação saudável e completa vai auxiliar o animal a ter uma saúde firme e sistemas defensivos no organismo fortes para que ele não fique doente. Além de que os animais ao fazer uma alimentação natural tendem a ter uma longevidade em sua vida que as rações não conseguem proporcionar.

Desde as fezes até a felicidade do seu cachorro, toda a sua vida vai mudar com uma alimentação saudável e que auxilia na saúde do animal. Tal como a prática da alimentação natural, os petiscos John’s Farms são feitos de forma natural e possui excelentes nutrientes que vão complementar a dieta do seu cachorro.

Eles podem ser ótimos no desenvolvimento do seu filhote, na educação de seu pet adulto e um agrado muito importante para estimular a felicidade de seu cão idoso que tende a ficar rabugento. Recomendado para qualquer idade do cachorro, o petisco tem sabores de frango ou pato, sabores que os cães amam e ficam ansiosos quando veem um desses.

Além disso, os petiscos e a alimentação natural são aliados do rim de seu cachorro, já que o consumo de água deles vai aumentar. Tornando assim o seu pet mais hidratado e livrando ele de doenças que podem fazê-lo se desidratar.

Fezes secas e com pouco odor é um sinal claro de que seu pet está saudável. Além de que você poderá diversificar e equilibrar a dieta do seu cão, lembrando de separar os alimentos em 4 cadeias de nutrientes, que são:

  1. proteínas;
  2. grãos;
  3. carboidratos;
  4. vegetais.

Com esses 4 tipos de alimentos, o seu animal de estimação estará saudável e apto para qualquer atividade, lembrando que você deve servir as comidas apenas cozidas, não as frite e nem tempere. Apenas fervido com água já o suficiente para agradar o paladar de seu querido amigo de quatro patas.

A alimentação saudável combate doenças, evita obesidade e dá disposição. A alimentação natural só traz benefícios, concorda?

Além desses cuidados levar o cachorro ao veterinário com frequência é muito importante, faça a carteirinha de vacinação e mantenha ela atualizada, saiba o porquê logo abaixo:

Carteirinha de vacinação

Se precisamos ter cuidado com nossa a carteirinha de vacinação, mantendo ela atualizada, imagina a dos cães que têm uma saúde mais frágil? É por isso que manter a carteirinha de vacinação de seu cachorro em dia é fundamental.

Os cães filhotes precisam tomar vacinas e algumas vezes quando adultos também. Abaixo há uma lista de quais vacinas devem estar presentes na carteirinha de vacinação do seu pet, veja:

  1. V2: protege contra a cinomose e parvovirose;
  2. V6: age contra cinomose, parvovirose, hepatite infecciosa, parainfluenza, coronavirose e por fim, adenovirose tipo II;
  3. V8: segurança contra leptospirose;
  4. V10: igual a V8, porém age com mais efeito contra leptospirose;
  5. raiva: vacina contra a raiva tem de ser fornecida ao animal durante sua vida.

Esses são alguns exemplos do que você precisará oferecer ao seu cachorro em questão de vacinas, mantê-las em dia é vital tanto para a saúde do seu cão. Lembre-se que se um cachorro tiver a raiva canina, atacará até mesmo seu tutor.

Recomendamos levar o cachorro ao veterinário com frequência para não atrasar nenhuma vacina, além de receber orientação sobre quais vacinas adicionais ou o que elas oferecem para seu cachorro.

Até os 45 dias de vida do seu filhote, ele não precisará receber vacinas, os nutrientes oferecidos pelo leite materno são suficientes para proteger ele de doenças, infecções e outras coisas.

Depois disso, a cada 21 dias você precisará de vacinar seu pet, lembre-se de não atrasar as vacinas, além de que alguns cuidados devem ser necessários, como: não dar banho nele, não passear e outros cuidados que ao levar o cachorro ao veterinário com frequência ele vai te orientar melhor.

Conclusão

Levar o cachorro ao veterinário com frequência é essencial, pois ele pode ser prevenido de doenças e se recuperar de fraturas e muito mais, então para a sua tranquilidade e a saúde do seu cachorro, mantenha uma frequência adequada nas idas ao veterinário.

Lembrando que a felicidade dele também é importante para que você possa aumentar a expectativa de vida do seu cachorro, então ofereça ao seu cachorro os petiscos da John’s Farms.

Além disso tem outras dicas sobre alimentação natural e frutas e vegetais que seu cachorro pode comer e ser mais saudável para passar dos 13 anos de vida.