Receba nossos artigos

Aguarde, enviando contato!
Leonardo Lima Mencarelli

Escrito por Leonardo Lima Mencarelli em 27 de dezembro de 2019

Receba nossos artigos

Aguarde, enviando contato!

Dog walker: conheça a profissão do momento

Dog Walker é em uma tradução literal para profissão de passeador de cachorros, com essa tradução você já sabe o que um dog walker faz: passeia com o cão.

Contratar uma pessoa para passear com os cachorros pode ser uma solução para o tutor sem tempo ou que está viajando.

Dog walker

Um cachorro que não passeia tende a ser mais inquieto e acabar por comer chinelos e sapatos, roer móveis, ficar triste, obeso e até entrar em depressão.

A ABINPET (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação) fez uma pesquisa que estima que 44% dos lares no Brasil têm ao menos um cachorro, ou seja, um mercado muito grande para que os dog walker possam aproveitar e aumentar sua renda.

Por isso, neste artigo, com um tempo de leitura de 10 minutos, abordaremos os principais pontos sobre essa profissão do momento. Se quer saber mais sobre ela e quem sabe até se tornar um dog walker acompanhe o texto até o fim, confira o que será abordado:

  • Dog Walker: o que é?
  • Quanto ganha um dog walker?
  • Como se tornar um dog walker?
  • Benefícios de contratar um profissional
  • Divulgação dos serviços
  • Oferecendo diferenciais
  • Vantagens de ser um dog walker
  • Conclusão

Dog Walker: o que é?

Engana-se quem pensa que ser um dog walker é uma coisa simples, porque não é apenas passear com os cachorros e recolher as necessidades dele. O dog walker tem que passear com o animal é claro, mas também brincar e cuidar dele até um certo horário (combinado com o tutor do pet).

Além disso, a maioria dos dog walkers oferecem um treino, os passeios são educativos e costumam ter até 1 hora de duração para que o animal não fique extremamente cansado.

A profissão tem crescido de forma exponencial e já gera rendas surpreendentes, mas a maioria dessas pessoas usam o que ganham como um extra no orçamento, porém há outras que se especializam na área e fazem cursos como a Pet Anjo.

Essa plataforma instrui as pessoas a serem dog walker, além de poder oferecer aos clientes uma busca na região em que eles residem, facilitando a busca por cuidadores de cachorros.

Essa profissão é de origem norte-americana e tem crescido no Brasil. Sua evolução se dá pela necessidade dos tutores que geralmente moram sozinhos e trabalham por muito tempo.

Eles ficam sem tempo para passear com seu animal de estimação, com isso os cães ficam tristes, depressivos e entediados.

O dog walker surgiu como uma solução para suprir a necessidade dos cães e tutores, um serviço de baixo custo e que auxilia muitas pessoas Brasil afora.

O cachorro ao gastar sua energia em um passeio pode ficar mais tranquilo e feliz, dessa forma ele não terá disposição para produzir travessuras em sua casa, deixando um ambiente organizado e harmonioso para você não ter com o que se preocupar.

Você quer ser um dog walker, mas não sabe se a renda é suficiente para manter seu orçamento equilibrado? Ou está pensando em fazer renda extra? Descubra abaixo quanto ganha em média um dog walker:

Quanto ganha um dog walker?

Uma dúvida que surge logo de cara é: “quanto um dog walker recebe?”. Essa é uma curiosidade que interessa tanto quem quer trabalhar como dog walker quanto quem quer contratar um.

Para as pessoas que exercem isso como profissão principal, os valores variam de 2 mil reais até 3 mil reais, uma média boa para quem se interessa em ser um dog walker.

Para aqueles que fazem a função na parte da noite na semana ou até mesmo aos fins de semana, os valores caem, mas ainda assim tem uma boa renda extra, que podem chegar de 400 reais até mesmo 900 reais em média.

Há casos isolados de pessoas que já tem uma boa base de clientes, que chegam a receber cerca de 7 mil reais. Para aqueles que querem se dedicar na profissão do momento é um excelente salário a ser atingido.

Porém, antes de chegar nesses valores é necessário fazer cursos, treinamentos, etc. Se profissionalizar de uma maneira geral.

Como é uma profissão sem registro em carteira é necessário que você tenha um controle financeiro. Criamos um passo a passo para que você possa ter uma “luz”.

planejamento financeiro dog walker

Como se tornar um dog walker?

Para se tornar um dog walker a pessoa precisa de um treinamento, já que a profissão demanda amor, paciência e até o treinamento dos cães. Como a demanda está alta, os diferenciais são a melhor maneira para você vencer a concorrência.

Dessa forma a profissionalização e ampliação dos serviços oferecidos aumentou, uma maneira de diversificação que o dog walker encontrou foi de treinar o animal. Exemplos destes adestramentos são os seguintes comandos:

  • Sentar
  • Não puxar a guia
  • Obedecer comandos
  • Acalmar

Um dos requisitos básicos para que o cão passe a ter esse treinamento e se comporte bem é oferecer um petisco adequado. O tutor deve entregar ao dog walker um bom petisco que seja apetitoso para que o animal obedeça aos seus comandos.

Treinar um cachorro não é simples como parece, eles possuem personalidades únicas, por isso é necessário fazer um curso de adestramento.

Algumas empresas que vendem produtos para cachorros começaram a oferecer esses cursos de adestramento, cursos de comportamento, entre outras coisas para que o dog walker se profissionalize.

Já citamos a Pet Anjo aqui, que inclusive possui um aplicativo para que você possa acompanhar o seu cão que está participando de um passeio. Essa plataforma oferece cursos, divulgação, etc.

Se você está receoso em contratar um profissional para cuidar de seu cachorro enquanto você está fora, veja os benefícios que isso pode trazer para a qualidade de vida do seu pet:

Benefícios de contratar um profissional

Contratar um dog walker pode ser estranho a princípio, mas se você pesar os benefícios, verá que é uma ótima solução para a pessoa que tem de passar muito tempo fora durante o dia.

Um profissional que possa passear, brincar e educar seu cão enquanto você está fora traz muitas coisas positivas, confira:

  1. Felicidade: seu cachorro vai ficar mais feliz. Ao passear o cão sente cheiros, pensa em outras coisas, tem espaço livre e muito mais, aumentando os seus níveis de felicidade.
  2. Estresse: o animal se desestressa, por conta do espaço para andar ou correr que a rua lhe proporciona, ele vai diminuir seus níveis de estresse, além de poder se relacionar com outros cães. Ou até mesmo se aliviar enquanto faz suas necessidades.
  3. Educação: como dissemos, o dog walker pode ensinar truques e comandos ao seu pet, logo ele se tornará um cão obediente, retirando os maus comportamentos que ele tem, isso pode ser uma ótima maneira de ter um bom ambiente dentro de sua casa.
  4. Baixo custo: ter um cachorro vai gerar alguns custos, afinal trazer “mimos” para seu animal nunca é demais, concorda? Oferecer passeios, educação e outras coisas que um dog walker pode oferecer, será mais barato do que contratar um adestrador ou um retiro para animais.
  5. Suporte: existem necessidades, dúvidas e outras coisas que podem surgir e que podem ser solucionadas pelo dog walker. Por isso, ter uma boa relação com ele é fundamental para o tutor e para o cachorro.

Estes 5 benefícios devem ser suficientes para que você pense em contratar um dog walker, a felicidade do seu animal irá aumentar muito ao passear todos os dias, além de seu estresse diminuir muito. Isso reduz as chances do animal ter doenças, depressão, e melhora seu comportamento.

Ser um dog walker pode ser complicado, já que existe uma boa concorrência na área, dessa forma o segredo é mostrar diferenciais que vão te ajudar a ter mais clientes, a divulgação é uma ótima maneira de se destacar na área. Acompanhe algumas dicas sobre isso:

Divulgação dos serviços

Hoje em dia a chave do sucesso para as pequenas empresas se chama marketing digital, mais especificamente o inbound marketing, das grandes também, mas como ele é acessível, uma pequena empresa tem muitas chances de crescer rapidamente.

Porque o marketing mudou com a tecnologia, agora o cliente participa de todos os processos.

Ou seja, ao invés de você ir atrás do cliente, com o inbound marketing, é ele quem vem até você, com isso você terá mais tempo para otimizar seu trabalho, do que ficar “correndo” atrás de clientes.

Divulgar sua empresa de dog walker ou os seus serviços é vital, e você deve conhecer as ferramentas necessárias para produzir a sua divulgação, são elas:

  • Facebook
  • Instagram
  • Site/ blog
  • Twitter
  • Aplicativos de serviços dog walker

As redes sociais estão presentes no cotidiano das pessoas e são uma ótima maneira de se comunicar, engajar e angariar clientes, então use essas ferramentas para você publicar artigos, textos, imagens e divulgar seus serviços.

Criar promoções pode ser uma ótima forma de iniciar na área, publicar imagens e “stories” no Instagram ou Twitter são excelentes formas de engajamento.

As etapas para você fazer uma boa divulgação dos serviços são:

  1. Atração
  2. Conversão
  3. Relacionamento
  4. Análise/ avaliação

Estes 4 passos vão te guiar para criar a base da divulgação, uma boa produção na hora de divulgar os serviços é fundamental, já que boas imagens e bons textos entretêm mais pessoas e trazem leads de qualidade.

O que é um lead?

O lead é o consumidor que é atraído pela sua divulgação, ele assina alguma forma de acompanhamento do seu serviço, como virar um seguidor no Instagram, Facebook ou Twitter, etc.

Este lead sendo um acompanhante do seu serviço, tende a se tornar um cliente, isso vai depender das suas divulgações, a qualidade delas e o quanto você engaja seu lead.

Ou seja, um lead é um possível cliente, é uma pessoa que permitiu que você mostre seus serviços a ela. Isso irá pesar se aquilo é útil ou tem qualidade suficiente para ela ficar atraída para te contratar.

Utilize 3 pontos para que você possa encantar o lead e transformá-lo em um cliente:

  1. confiança
  2. comunicação
  3. educação.

Seguindo essa estratégia, você terá a possibilidade de aumentar muito os seus clientes e atingir o sucesso que tanto sonha.

Para ter sucesso é necessário inovar na área, ou seja, oferecer serviços diferenciais. Descubra algumas opções para você se destacar na oferta e ter mais demanda:

Oferecendo diferenciais

Um dog walker precisa de destaque para que seja contratado ou para conquistar mais clientes. Ter pacotes, trabalhos extras, e outras coisas são importantes para que você se valorize em relação a outros dog walkers.

  • Cortar as unhas dos animais: oferecer um passeio gratuito de teste, suporte, preço. São estes alguns exemplos para que você possa ser um ponto fora da curva.

O mercado de trabalho é um esquema de demanda e oferta, quanto maior a sua oferta, qualidade dos seus serviços, maior vão ser as chances de você ter altas demandas.

  • Tenha um kit de primeiros socorros: ao fazer uma visita a um cliente, leve seus equipamentos e faça uma apresentação para mostrar toda a sua metodologia de treinamento, de passeio e suas ferramentas de emergência, ao fazer isso, você demonstra preocupação, oferece suporte e mostra a dedicação que tem em seu serviço.
  • Ofereça banho e tosa: o tutor que está solicitando um serviço de dog walker normalmente é um cliente que não possui muito tempo disponível para cuidar de seu pet, imagina então se você oferecer um serviço de banho e tosa para ele?

São detalhes que podem passar despercebidos, mas que farão enorme diferença na hora de adquirir mais clientes.

Crie pacotes com valores diferenciados ou uma renovação de serviços com adicionais. Ofereça desde um pacote básico até um pacote completo de serviços, dessa maneira você pode atingir diversos públicos, muitas pessoas pensam que ter um dog walker é algo luxuoso, excluindo a possibilidade de alguns nichos de mercado.

Atraia o cliente com uma boa descrição e obtenha boas referências, ter um suporte de qualidade é essencial, como um aplicativo que compartilhe sua localização em tempo real, ou um serviço de comunicação ao vivo.

Caso o tutor do animal sinta saudades ou esteja preocupado, esse tipo de serviço pode ser um diferencial no início.

Ter uma boa dicção e apresentação é vital para que você seja contratado, crie um material de apresentação, com slides, vídeos, entre outras coisas que lhe apresentem com seriedade e mostre a solidez de seus serviços tal como o seu compromisso com a profissão.

Vantagens de ser um dog walker

Ser um dog walker permite que você tenha seu horário. A maioria das pessoas que exercem essa profissão são autônomas, logo elas não têm um chefe a seguir e podem combinar com os clientes os horários de passeios.

Isso pode trazer benefícios como: exercer a profissão como renda extra ou até um hobbie, flexibilidade para fazer outras tarefas, etc.

Trabalhar sem uniforme é viável, já que o código de conduta é você mesmo quem desenvolve. Tratar diretamente com os clientes e negociar os valores da forma que achar melhor também é uma vantagem de ser um dog walker.

Fazer o que ama é a meta da maioria das pessoas, o mais importante dos requisitos para ser um dog walker é amar os animais, logo você estará trabalhando com o que ama.

Carinho, admiração e paixão vão fazer que você nem sinta o cansaço de um trabalho como esse.

Além disso, você mesmo faz o seu salário, quanto mais clientes você consegue, maior será a sua arrecadação, portanto é você quem estabelece a sua média de salários.

Um investidor que tem baixo custo e um risco menor ainda encontrou o negócio perfeito para investir, concorda? Ser um dog walker é isso, a aplicação das ferramentas, angariar clientes e começar a trabalhar nisso exige pouco orçamento de investimento, além disso, tem um risco muito baixo, tendo uma ótima garantia de retorno.

É uma ótima forma de escapar da crise econômica e solucionar a falta de empregos, não acha? Um empreendimento simples de fazer e que pode ser o trabalho dos sonhos de muitas pessoas.

Conclusão

Ser um dog walker pode ser o emprego dos sonhos se você se preparar adequadamente, além de trabalhar a divulgação dos seus serviços, com isso você pode arrecadar um bom dinheiro para atingir seus objetivos, sustentando as necessidades de seu orçamento.

Os investimentos a serem feitos estão mais focados nas ferramentas que você vai utilizar, como os maravilhosos petiscos da John’s Farms para poder treinar os cães de seus clientes.

E caso seu cliente esteja já na terceira idade, saiba aqui como cuidar dos cães idosos, descubra dicas, os cuidados e muitos mais que você precisa ter com um cachorro nessa fase da vida.